31 de julho de 2018

Nestlé perde batalha para patentear formato do Kit Kat

Concessão INPI | Direito Autoral | notícias | patente | Propriedade Intelectual |

A Corte Europeia de Justiça negou nesta quarta-feira (25) o apelo da Nestlé de patentear o formato da barra de chocolate Kit Kat. A empresa passou mais de uma década lutando judicialmente para possuir os direitos aos wafers de quatro barras, quatro “fingers”.

A decisão favorece a rival britânica Cadbury e também alivia os noruegueses, que têm orgulho nacional do Kvikk Lunsj, barra com exatamente o mesmo formato do Kit Kat, a qual já está no mercado há 80 anos e é o símbolo de refeição para viagem dos andarilhos escandinavos.

Em 2002, a gigante europeia realizou pela primeira vez o pedido de patente do Kit Kat, o que não representava um problema pela barra, que continha também o logo do chocolate. Mas isso incluía o formato do Kit Kat, “quatro barras trapezodais alinhadas sobre uma base retangular”, como pontuou a Comissão Europeia.

Depois de quatro anos, a União Europeia desconsiderou o pedido da Nestlé. Os produtores do Kvikk Lunsj, Mondelez, que também possuem marcas como Milka, Oreo e Toblerone, tomaram partido da questão. A Mondelez também produz a barra Leo, outro chocolate de quatro fingers. O resultado final foi a declaração da Corte de que não é suficiente provar que o produto se tornou icônico em uma “parte significativa” da UE, mas o formato deve ser reconhecido em todos os mercados do bloco.