13 de fevereiro de 2020

Greta Thunberg registra pedido de marca registrada de seu nome

Propriedade Intelectual |

Ativista também se inscreveu para registrar o nome do movimento climático “FridaysForFuture”

A ativista climática Greta Thunberg disse que se inscreveu para registrar seu nome e o do movimento Fridays For Future, que ela fundou em 2018, que se tornou global e a catapultou para a fama internacional.

A medida permitiria ações legais contra pessoas ou empresas que tentam usar o nome dela que não está alinhado com seus valores ou com seu movimento, disse ela.

“Garanto que eu e os outros grevistas da escola não temos absolutamente nenhum interesse em marcas registradas. Mas, infelizmente, isso precisa ser feito ”, disse ela no Instagram na quarta-feira.

Thunberg disse que também solicitou a marca Skolstrejk para o klimatet (greve escolar pelo clima em sueco) – a redação do cartaz que ela segura desde que iniciou seu protesto fora do parlamento sueco em 2018.

“Meu nome e o movimento #FridaysForFuture estão sendo constantemente usados ​​para fins comerciais sem qualquer consentimento. Isso acontece, por exemplo, em marketing, venda de produtos e pessoas coletando dinheiro em meu nome e no movimento “, escreveu ela na rede social.

Thunberg, que esteve no centro do Fórum Econômico Mundial em Davos este mês, e seus colegas jovens ativistas do movimento querem que os políticos ouçam os cientistas climáticos e tomem medidas para combater o aquecimento global.

Fonte The Guardian