17 de março de 2020

Deputados críticos ao Ecad viram alvo nas redes sociais

Direito Autoral | Propriedade Intelectual |

Parlamentares dizem não querer extinção do órgão, mas pedem mais fiscalização

Som – As redes sociais dos deputados Felipe Carreras e Renata Abreu foram invadidas por milhares de mensagens defendendo compositores e o Ecad, organização que recolhe e distribui direitos autorais no país. A dupla de parlamentares vem criticando a entidade nos últimos anos.

Barulho - Um diretor da Abramus, uma das associações que compõe o Ecad, foi quem convocou os disparos no Whatsapp. A entidade acusa os deputados de conflito de interesse porque têm laços com atividades ligadas à música.

Ruído - Para os parlamentares, o Ecad precisa de mais fiscalização e transparência. Abreu, ex-diretora do Centro de Tradições Nordestinas, diz que sua atuação permite a conhecer os problemas do meio. Carreras, organizador de festival em Olinda, afirma defender o interesse coletivo.