09 de julho 2018

A última causa impossível de Clóvis Sahione

Área Jurídica | Artigos |

Nascido na Tijuca, em 1937, graduou-se em Filosofia na Faculdade Nacional de Filosofia em 1956 e, em 1958, em Direito na Faculdade Brasileira de Ciências Jurídicas, Clóvis Murillo Sahione de Araújo, de 80 anos, é conhecido como o “Advogado das causas impossíveis”. Esse “título” não é por acaso, pois o advogado sempre teve a convicção de que existe sim uma maneira de convencer os magistrados que nem sempre as coisas são o que parecem.

Se utilizando desta filosofia, em 1978 ele teve o seu primeiro caso polêmico, quando defendeu uma garota de programa que matou um delegado de polícia alegando que a mesma agiu em “defesa de sua honra”.

Os casos da atriz Dorinha Duval, General Cruz e do cirurgião plástico Hosmany Ramos são exemplos emblemáticos onde a atuação de Clóvis Sahione obteve êxito e, consequentemente, os absolveu de suas acusações.

O caso do “Ônibus 174”, ocorrido em 12 de junho de 2000, na cidade do Rio de Janeiro, é mais um caso polêmico em que Clóvis Sahione atuou. Neste caso, ele mesmo ter se mostrou surpreso com a decisão favorável à sua argumentação. Na ocasião ele defendeu 3 policiais militares acusados da morte de Sandro do Nascimento, sequestrador do ônibus. Segundo a sua tese, o próprio sequestrador teria se sufocado ao se debater entre os braços dos policiais, dentro do camburão.

“Acho inverossímil, mas foi aceito”. Declarou Sahione, depois se justificando: “A tese encontra apoio nos fatos antecedentes, na hora em que aquele homem violentou uma cidade. Era um terrorista, nos Estados Unidos teria levado um tiro na testa”.

Após mais de 60 anos de carreira, Sahione participou pela última vez de um júri popular em Niterói, no dia 05 de julho de 2018, e, para fechar com chave de ouro, o placar foi favorável: 4×0.

Composta por colaboradores, entre advogados, estagiários e profissionais da área administrativa, o Dr. Clóvis Sahione coordena a equipe da SAHIONE Advogados, fundada em 1964, com sede no Centro do Rio de Janeiro, atuando em diversas áreas do Direito.