18 de maio 2018

A LDSOFT está pronta para potencializar o uso do 5G nos escritórios e departamentos jurídicos através do Software as a Service (SaaS)

Artigos | Business Intelligence | Inovação | notícias | Tecnologia |

A inovação tecnológica transformou totalmente o formato de como os recursos de TI são implementados nas empresas. Neste cenário, o conceito de Software as a Service (SaaS) se tornou peça chave. O SaaS permite aos usuários se conectar e usar aplicativos baseados em nuvem pela Internet. A grande vantagem é que não é preciso adquirir, instalar, atualizar ou manter hardware, middleware ou software. É necessário apenas que haja uma conexão à internet.

Com dados armazenados na nuvem, os usuários podem acessar suas informações por meio de qualquer computador ou dispositivo móvel com conexão. E, quando os dados do aplicativo estiverem armazenados na nuvem, nenhum dado será perdido se um computador ou dispositivo do usuário falhar.

E como as inovações não param, logo teremos à disposição a internet 5G, potencializando a utilização do SaaS.

A previsão é que a quinta geração de internet mobile chegue ao Brasil a partir de 2020, com altíssima velocidade de downloads, menor demora na conexão, mais interação entre máquinas e “divisão” da rede em seguimentos para priorização de serviços mais importantes.

Só para se ter uma ideia da potência dessa nova geração de internet, a velocidade média de internet no mundo é de 7,2 Mbps, o 5G vai subir esse limite. Em testes realizados pela Verizon e Qualcomm a velocidade chegou a 1Gbps, mais de 140 vezes as taxas atuais, medidas pela Akmai.

Para entender um pouco melhor como essa nova geração de internet pode auxiliar na utilização de SaaS, sugerimos a leitura do artigo do Dr. Alexandre de Almeida Cardoso e Dr. Rafael de Medeiros Montovani, respectivamente sócio e advogado da área Trabalhista da Tozzini Freire advogados, A rede de dados 5G e seu impacto nas relações de trabalho.